“Não podemos banhar-nos duas vezes no mesmo rio porque as águas nunca são as mesmas e nós nunca somos os mesmos”. O existir é um perpétuo mudar, um estar constantemente sendo e não-sendo, um devir perfeito; um constante fluir...

Se gosta seja amigo :) Namasté!

29 de novembro de 2010

Quem tem medo do LOBO mau?



5 comentários:

William Garibaldi disse...

A-do-rei a imagem... sincrônico que só.. pois esta tarde me lembrei muito deste arquétipo... do lobo e da garotinha... que surge em uma musica de Rita Lee, "fiquei mocinha e sabe como é... o tal bicho papão.. virou meu namorado!..."
Lindo texto do Totem do Lobo!
Beijos de Luz.

Siala disse...

Oi William :) Eu também adorei esta imagem, achei muito indicada para a forma como comecei a tratar do tema ;)
Namasté

welze disse...

sendo de moto, até com o LOBO MAU, eu vou. Eba!

Anônimo disse...

pois é...ecaixa-se na perfeição em tudo o resto!!!!!!!!!!!!!

Siala disse...

Caro anónimo, talvez se clicar na frase perceba que esta imagem apenas faz a ligação com a descrição do Lobo como animal de poder espiritual.
Grata pelo comentário
Namasté