“Não podemos banhar-nos duas vezes no mesmo rio porque as águas nunca são as mesmas e nós nunca somos os mesmos”. O existir é um perpétuo mudar, um estar constantemente sendo e não-sendo, um devir perfeito; um constante fluir...

Se gosta seja amigo :) Namasté!

21 de dezembro de 2010

Marte, o meu momento, e Boas Festas


(Este é um post muito pessoal. Contudo, senti necessidade de registar este momento.)

Parabéns ao meu Marte ;)

A partir de hoje e até dia 9 de Janeiro, Marte estará na exacta posição que estava quando nasci. Marte em conjunção com Marte natal...a transitar pela minha casa IV (Capricórnio).

M
arte representa a energia que colocamos em tudo e a força que usamos para abrir os nossos próprios caminhos. A sua posição no nosso mapa Mapa indica o sector da vida onde essa força mais se evidenciará, será por assim dizer o "campo de batalha", no sentido que teremos de lutar e enfrentar grandes desafios que exigirão coragem. Como em qualquer batalha, esperam-se ferimentos mas também conquistas.
Marte é o regente do signo Carneiro, na Mitologia, é o Deus da guerra... mesmo não podendo vencer em todas as situações, não devemos perder de vista o Herói e o Guerreiro que existe dentro de cada um de nós.

É sem dúvida altura de decisões, de limpeza, de enfrentar fantasmas e resolver de uma vez por todas um dos meus nós kármicos. Com Mercúrio a transitar também na casa IV há uma necessidade crescente de silêncio, de recolhimento...impõe-se uma questão: que coisas poderiam ou deveriam ser mudadas dentro de casa? Sendo esta casa a casa da Família e do lar...mas também a "nossa"casa.

Esta é uma fase crucial de crescimento e aprendizagem...mas também de aplicação do que foi apreendido entretanto, com experiências passadas. Há um grande apelo á mudança e reestruturação - inevitáveis - a acontecer neste sector, mas também um aviso para que se tenha alguma contenção e cuidado. Não vai ser fácil ... para atingir os objectivos traçados há que caminhar o caminho das pedras novamente, desta vez com uma consciência e presença diferentes.
As mudanças não acontecem de um momento para o outro, são processos que demoram o seu tempo, e há que reconhecer os seus vários estágios de forma a que o risco sempre envolvido seja minimizado...ou pelo menos esperado. Para transpôr os abismos necessitamos de construir pontes, e para as construirmos precisamos de ter recursos - matéria prima. Os obstáculos, se saltados, nunca serão removidos...continuarão a existir e mais tarde ou mais cedo ressurgirão no nosso caminho exigindo uma solução.
A consciência traz responsabilidade. Crescer é isso mesmo. É tornar-mo-nos conscientes e responsáveis do e pelo nosso caminho. É aprendermos a conhecer de onde vimos, reconhecer onde estamos e sabermos para onde queremos ir, e como poderemos ir; olharmos-nos ao espelho e conhecermos tão bem a nossa luz como as nossas sombras.
Não há rede de segurança. Não há colo. Olhos vendados pois tudo o que necessitamos ver está dentro de nós. O silêncio impõe-se, pois a voz que necessitamos de ouvir é a do nosso coração.
Dar o passo exige a coragem e a fé de quem não sabe, mas sente...e acredita!

OSHO - Orientação (carta 70)
Você sente necessidade de procurar orientação, porque não sabe que o seu guia interior está escondido dentro de você. É necessário encontrar esse guia interior, que eu chamo de "a sua testemunha". Chamo também de "o seu dharma", seu buda intrínseco. É preciso acordar esse buda, e a sua vida será banhada de bênçãos, de graças. Sua vida tornar-se-á radiante de bem, de divindade, muito mais do que você seria capaz de imaginar. É quase como luz. Se o seu quarto está escuro, basta trazer luz. Até uma pequena vela servirá: toda a escuridão desaparece. Tendo uma vela, você saberá onde fica a porta. Não precisará pensar: "Onde está a porta?". Só quem é cego pergunta onde está a porta. Gente que tem olhos e dispõe de luz nem pensa nisso. Alguma vez você já se perguntou onde fica a porta...!? Você simplesmente levanta e sai. Não dedica um pensamento sequer a semelhante questão. Nem começa a tatear procurando a porta, ou a bater a cabeça contra a parede. Você simplesmente vê, e não existe nem mesmo um lampejo de pensamento: você simplesmente sai.

Osho God is Dead: Now Zen is the Only Living Truth Chapter 7

Comentário:

A figura angelical que aparece nesta carta, com asas coloridas como o arco-íris, representa o guia que cada um de nós traz dentro de si. Como acontece com a segunda figura, no plano de fundo, algumas vezes nós podemos relutar em confiar nesse guia quando ele se manifesta, porque estamos acostumados a receber nossos "sinais" mais do mundo exterior do que de dentro de nós mesmos.
A verdade do seu próprio ser mais profundo está tentando mostrar-lhe o caminho a seguir neste exacto momento, e, quando esta carta aparece, significa que você pode confiar na orientação interior que lhe está sendo dada. Esta orientação vem por meio de sussurros, e algumas vezes podemos hesitar, sem saber se compreendemos correctamente. As indicações, porém, são claras: seguindo o seu guia interior você se sentirá mais pleno, mais integrado, como se estivesse se movimentando a partir do centro do seu próprio ser. Se você a acompanhar, essa célula de luz o conduzirá exactamente para onde você precisa ir.

Tudo dito. Caros amigos e leitores, desejo a todos que esta época seja vivida como devem ser vividos todos os dias das nossas vidas, plenos de amor, felicidade, luz e paz!



11 comentários:

Astrid Annabelle disse...

Bom dia querida Siala!
Li com muita atenção e fiquei com vontade de lhe dizer algo:
escolha sempre o fácil...isso mesmo!
Esqueça o difícil! Nada pode ser classificado a não ser por nós mesmos!
Se afirmas que é FÁCIL...assim será!
Você é a co-criadora da sua vida, lembra?!
Um beijo grande...ainda de férias mas com saudades dos amigos.

welze disse...

muito interessante e completo esse post. gostei de tomar conhecimentos com detalhes desse assunto. BOAS FESTAS.

Siala disse...

Querida Astrid...sem dúvida :) somos nós que classificamos tudo, então por uma vez eu estou a deixar fluir...sem procurar grandes explicações e sem encetar batalhas que eu sei estarem perdidas á partida...mas também sem evitar conflitos que eu sei terem que ser enfrentados já, pois quanto mais tarde pior. A mudança é algo necessário, e é bem vinda, lutar contra ela seria lutar contra uma força maior, na qual devemos confiar.
Saber de antemão quais os obstáculos que irão surgir é a mais valia da experiência, que permite também que o instinto de sobrevivência se manifeste em toda a sua força, garantido que sim, agora será uma transição muito mais fácil que as anteriores :)
Vivo um momento que marcará uma reviravolta na minha vida, é um momento dramático...mas que eu prefiro apelidar de acrobático. Porque eu sei que tenho em mim o que está a ser pedido e sei que vou ser bem sucedida. Só posso estar agradecida ao Universo por me proporcionar esta aprendizagem tão profunda sobre quem eu sou e qual o meu caminho (e por ter tanta paciência comigo rsssss).
Um beijo enorme no seu coração
Namasté

Siala disse...

Welze, obrigada minha querida!
Boas festas para vc e todos os que ama!
Namasté

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Siala. Acho que o grande segredo é permitir fluir. Sei que muitas vezes os obstáculos são enormes, mas sempre confie na sua força, que é maior que qualquer porcaria de obstáculo ou entrave. Confie na sua força sempre!

bjs e aproveito pra te desejar um excelente natal pra vc e os seus, com mta paz, amor e fraternidade.

arKana disse...

Siala,
e aos poucos vou conhecendo a tua história e aprendendo mais, inclusive astrologia ehehe
força amiga, coragem... tudo é bom nesta vida, tudo tem luz e tudo tem escuridão, como sabes tão bem.
no meio disto tudo só me assalta um pensamento e é um sabedoria dos nossos ancestrais e por isso vou dizer-to:
"quem muda, Deus ajuda!"
beijos e boas acrobacias

Adelaide Figueiredo disse...

Siala,

Gostei de ler o texto.
Período de muita energia. Terá vontade de mudar as coisas, em casa, com familiares. Podem haver fricções. Tente canalizar a sua energia que é muita para coisas que goste de fazer, deixe fkuir. Vai ser um período produtivo no lar, na família e para si mesma.
Despeço-me desejando-lhe Festas Felizes.

Namasté

Maria de Fátima disse...

Olá querida Siala, festas felizes para ti e para os teus.Beijocas.

Anônimo disse...

All in all oecumenical proclivity to consolidation in well-founded the completeness, indwelling
included, there is a pretentiously inadequacy as a stewardship to studying English nought in those parts of the humankind, where English is not a moor language. This conclusion leads us that there is brobdingnagian subhead after English-speaking tutors, who are specializing in teaching English. South Korea is the notwithstanding of most encouraging countries in terms of collective betterment, which means teaching English in Korea would be influentially profitable. Teaching English in Korea

Anônimo disse...

"agora será uma transição muito mais fácil que as anteriores " - Agora que já não há obstáculo...o caminho será mais linear. Parabéns pela acrobacia...pela reviravolta. Existia uma rede. Apenas não a rede que a siala pretendia. e essa rede tudo fez para fazer a Siala FELIZ.
O Obstáculo ficou muito mais esclarecido ao ver que afinal...com acrobacia...tudo se consegue ultrapassar (e atropelar).
Muito obrigado Siala. Sobretudo...pela sinceridade.

William Garibaldi disse...

Espero e abençoo que teu MArte tenha se apaziguado!
Feliz 2011!
De saúde amor e luz!
Beijos!
Sinceros votos!
do seu novo amigo.
William Garibaldi