“Não podemos banhar-nos duas vezes no mesmo rio porque as águas nunca são as mesmas e nós nunca somos os mesmos”. O existir é um perpétuo mudar, um estar constantemente sendo e não-sendo, um devir perfeito; um constante fluir...

Se gosta seja amigo :) Namasté!

14 de março de 2008

Sem Palavras


O Governo vai proibir a importação, criação e reprodução de cães de sete raças consideradas perigosas e de todos aqueles que resultem do cruzamento de animais destas raças ou com outras espécies. A notícia é avançada pela TSF e abranges as raças Pit bull, Rottweiler, Cão de fila brasileiro, Dogue argentino, Staffordshire terrier americano, Staffordshire bull terrier e Toza inu.
Assim que o despacho que o Ministério da Agricultura tem em preparação for publicado, o que deverá acontecer «muito brevemente», soube o PortugalDiário, os donos dos cães considerados perigosos dispõem de dois meses para procederem à esterilização dos mesmos. Caso não façam essa esterilização, os proprietários arriscam-se a pagar coimas entre os 500 e os 45 mil euros.

Os animais nascidos depois de Julho de 2008 devem também ter um microchip, uma cápsula de identificação electrónica. Se esta não for colocada, os donos podem ter de pagar uma multa entre os 50 e os 1850 euros.

De fora deste regime, soube o PortugalDiário, ficam os cães que estão inscritos no Livro de Origem Portuguesa, mas, mesmo assim, é necessária uma autorização especial para a reprodução. A utilização destes cães por parte das forças de segurança também está incluída no regime de excepção.

Esta medida surge no seguimento do que já se passa noutros países. Segundo conseguiu saber o PortugalDiário, no Reino Unido, na Noruega e no Chipre, por exemplo, estão proibidas quatro raças, na Alemanha 15 raças de cães, em França a proibição é generalizada a todos os cães perigosos, e na Holanda e Suíça apenas a raça pit bull está proibida.

O Ministério da Agricultura adiantou à TSF que já realizou todos os estudos, cabendo agora ao Ministério da Saúde garantir os atestados de capacidade física e psicológica dos proprietários, que falta regulamentar.

Em Portugal, estão registados perto de 5500 cães de raças perigosas e existem ainda cerca de mil cães referenciados como perigosos por terem atacado pessoas ou mostrado sinais de agressividade não controlada.

noticia aqui

Querem banir uma das raças mais antigas á face da Terra, que sempre colaborou com o Homem, ajudando-o no seu trabalho.
Querem atirar areia para os olhos do povinho, que ainda não entendeu que quem faz o cão é o homem que segura na outra ponta da trela.
Querem distrair o País dos temas que realmente afectam o tal povinho, como os salários miseráveis, a educação e saúde em colapso, o aumento absurdo do custo de vida, o abandono dos velhos e dos diferentes...
Tudo querem e tudo podem porque mais uma vez quem sabe o contrário, quem pode o contrário e quem devia lutar pelo direito á escolha anda a dormir.
É tão bom ser-se bonzinho, acreditar que isto é tolice e que não vai acontecer, é tão bom ficar a ver e da mesa do café criticar e barafustar...
Tenho vergonha da minha raça. Uma profunda vergonha. Não desisto dela, mas envergonho-me da mediocridade dos seres que nos governam.

8 comentários:

Amaral disse...

Mais um tema para reflexão... e não só!
A tua indignação é a nossa indignação!
Dizes bem: "quem faz o cão é o homem que segura na outra ponta da trela."
Mas não é por aí que procuramos os porquês e os tentamos integrar em boas sociedades. A solução está a ser a mais fácil e a que oferece menos contestação. Tal como outros problemas sociais resolvidos "em cima do joelho", sem se avaliarem as consequências...
Não te envergonhes da tua raça! Isso não!!! Porque a realidade do amanhã não será feita com os pensamentos de ontem!

Anônimo disse...

Podíamos era pensar em proibir a reprodução de certas espécies de seres humanos. O mundo ficaria certamente melhor: "Proibido nascer racista, xenófabo, louco, assassino, violador, violento, incompetente e mais 1001 outro tipo de classificações que poderia enumerar". Mas com estes temos nós que conviver e ainda por cima, acreditar que um dia mudarão. Isto é o cúmulo do desvio mental que o nosso governo tem por múltiplas formas demonstrado que possui.
E que tal fazer alguma coisa? Ir à televisão..., escrever..., ensinar..., fazer uma petição...
Temos obrigação de proteger a preservação e a continuidade destas espécies!
Gabi

dina disse...

Olá....como dizes e bem...tenho vergonha da minha raça...essa sim é razão para se ter vergonha quando dão uma importancia tão grande a uma situação destas em que se resolve tudo muito facilmente de uma maneira"drástica"
.....pondo em causa a extincão de alguns animais...então o que fazemos a quem anda a matar?a roubar? a violar?tambem os esterelizamos para ficarem em extinção?????se calhar era uma boa hipotese ....quem sabe????
O instinto do animal reflete se pelo seu dono...ou seja se ele é assim tão mau o melhor é para prevenir porque não vá o diabo tecê-las mandem tambem esterelizar os donos que é para não educarem(mal)os proximos animais que possam vir a ter "dentro da lei"....o animal não tem um mau instinto o dono é que gosta de ter um "cão mau"para meter medo ou respeito aos outros e educa-o a ser assim!!!!
Beijokinhas

dina disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Francis disse...

Vivemos numa época de transformação.
Passamos do 8 para o 80 num periodo de tempo que nos é dificil suportar.
Sinto a indignação no ar, sinto ao mesmo tempo que nada é eterno, que a mediocridade de quem nos governa depressa vai ter um "terminus".
Quem nos governa também começa a sentir isso.

Iana disse...

Olá passei para deixar um beijito e vejo que tem um tema muito interessante...

Mas fico sem palavras diante desse facto...

É pena que o homem sempre quer com suas mãos e ideias loucas distruir tudo, destroem até os sonhos de cada um... lamentável!!!

Beijos
Iana!!!

MalucaResponsavel disse...

Dizes bem: "quem faz o cão é o homem que segura na outra ponta da trela." nao sao apenas os caes, se bem q s a sua natureza ja for de indole violenta, entendo estas medidas. mas axo q deviam regulamentar tb os donos...

Siala ap Maeve disse...

Vivemos realmente uma era de mudança extrema, e de muitos abanões para acordar aqueles que ainda dormem...estes abanões serão cada vez mais violentos e violentadores, caso esse acordar não aconteça.
Não tenho tido grande vontade de escrever, embora já tenha alguns textos que conto publicar para a semana. Para além do trabalho, este tema tem absorvido as minhas energias por completo.
Obrigada a todos pelo apoio :) Eu, a Shiva e a Raça agradecemos!!
Bjos meus