“Não podemos banhar-nos duas vezes no mesmo rio porque as águas nunca são as mesmas e nós nunca somos os mesmos”. O existir é um perpétuo mudar, um estar constantemente sendo e não-sendo, um devir perfeito; um constante fluir...

Se gosta seja amigo :) Namasté!

9 de julho de 2008

A lei da atracção e os trânsitos astrológicos


Vale a pena ler! António, mais uma vez um texto do teu site, que continua a ser de visita obrigatória :) Um beijo e continuação do excelente trabalho!
Por Paulo Costa


Todos vocês conhecem estes dois conceitos: a lei da atracção e os trânsitos astrológicos. Independentemente disso irei dar a minha definição relativa a estes dois conceitos. O da lei da atracção baseia-se na materialização de pensamentos / sentimentos. Nós atraímos para a nossa vida o que pensamos ou que sentimos.
Exemplo: O senhor A acorda bem disposto, sorridente e cheio de força no dia X. Vai tomar banho e vê que não tem gel para o duche, sorri e lava o corpo com shampoo. Ao vestir-se rasga a camisa, tira-a e veste outra e pensa se calhar a camisa rasgou-se por estar velha e é um sinal que precisa comprar mais camisas.
Quando chega ao trabalho o seu PC não funciona e ele espera pacientemente pelos informáticos para arranjarem a máquina. Enquanto espera por eles vai actualizando a sua lista de contactos. Enquanto fazia isso, nota que havia um contacto que precisava de telefonar e enquanto conversa com ele depara-se-lhe uma oportunidade de negócio óptima.
Chega a casa e repara que não tem comida, o que o lembrar-se de ligar a uma amiga para ir jantar fora. Tem um excelente jantar… (o resto fica para a vossa imaginação).
Agora vejamos o exemplo do mesmo senhor B no mesmo dia X em que ele acorda rabugento e maldisposto: ao ver que não tem gel de banho, amua e não toma banho, ficando com o cabelo estilo “ninho de ratos”. Ao vestir-se rasga a camisa… grita, esperneia e bate com o joelho na esquina da mesinha de cabeceira. Vai a coxear para o trabalho.
Chega ao trabalho e o PC não funciona. Refila com toda a gente e por fim chama os informáticos. Enquanto estes arranjam o PC vai buscar um café (note-se as propriedades relaxantes da cafeína) e enquanto faz isso, de mau humor o chefe passa por ele e faz um reparo ao seu cabelo, AKA ninho de ratos.
Ao chegar a casa, já tarde, uma vez que passou a maior parte do dia a fazer pesquisa para tentar encontrar oportunidades de negócio, notou que não tinha comida e vai ao minimercado do bairro encontrando-o já fechado. Refila e volta para casa, mandando vir uma pizza, a qual come sozinho e às escuras, pois às 11 da noite faltou a luz…
Este exemplo pode parecer um pouco exagerado (perdoem o meu ascendente Sagitário) porém, é para mostrar um pouco a sincronicidade e o pensamento positivo (e consequentemente a facilidade de transformar coisas más em oportunidades), que fazem parte da lei da atracção.
Os trânsitos astrológicos são tendências que nos são dadas pela posição dos astros em determinada altura da nossa vida, comparando com os dados do nosso mapa astral. Uma vez que são tendências, não deverá ser possível normalmente prever acontecimentos em particular, somente possíveis tendências em determinadas áreas durante um certo espaço de tempo.
Então qual a forma de co-relacionar estas as leis dos Astros e da Atracção?
Talvez o melhor exemplo de como estas duas lei funcionam seja fazendo a comparação da vida com um jogo de computador…
A aventura começa com o nosso herói de capa e espada a procura de salvar o mundo…
O nosso herói percorre o seu caminho e encontra um monstro à sua frente (trânsito astrológico), batalhou, caiu e levantou-se de novo com mais confiança e passou o monstro (lei da atracção - vertente positiva). Continua no seu caminho e encontra um novo monstro mas desta vez enquanto luta contra ele, fá-lo com sentimentos negativos e aparece o gémeo do monstro para dificultar o caminho (lei da atracção - vertente negativa). O herói continua o seu caminho após vencer os monstros e encontra-se perante uma bifurcação (escolha)…
A estrada do lado direito é feita de pedras polidas com flores na berma e aparentemente parece a mais fácil. A estrada do lado esquerdo é irregular e feita de terra e tem um riacho por perto. O Herói hesita mas segue o que a sua intuição lhe diz… a estrada do lado esquerdo, no entanto não sabe logicamente o porque…
Com o decorrer do tempo nessa estrada longa apercebe-se que esta Estrada aparentemente suja, visto ter o riacho por perto, a sua água é mágica e dá mais pontos e energia ao nosso herói…
Enquanto continua o seu caminho e entra na floresta mágica e nota que está a mudar de forma e que lhe aparecem vários monstros, ele luta para conseguir sair dali virando sempre para a esquerda e aparecem-lhe mais monstros que o deixam no chão exausto e ele nota que ganha “asas”, porém perde a sua espada e estas asas ao contrário do que se podia pensar pesam no herói e ele não consegue voar…
Continua a lutar ensanguentado aos socos e pontapés, exausto cai no chão e grita para os monstros para desaparecerem dizendo-lhes que vai por outro caminho na floresta… Como por artes mágicas eles desaparecem e as asas que eram um peso para ele tomam a forma de grandes asas brancas tal qual como de uma águia.
O Herói consegue voar…
Isto é um trânsito astrologico. Isto pode ser considerado como um Plutão em trânsito conjunto ao Ascendente…
Então vira a fatídica pergunta: “Se e fosse um jogo de computador o final seria o mesmo?”
Na minha óptica a resposta é não. Há vários finais alternativos consoante as escolhas do jogador, porém essas escolhas estão delimitadas pelas alternativas do jogo. Existe tempo, existe um espaço delimitado, existem imensas mas finitas alternativas (o jogador pode apanhar créditos ou débitos, mas há um limite).
Citando uma marca desportiva: “LIFE IS SHORT, PLAY HARD”…

4 comentários:

Iana disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Iana disse...

TENHA UMA LINDA TARDE PRA VOCÊ!!!

A beleza e o sentido da vida estão contidos em gestos de carinho e
delicadeza, oferecidos nos momentos em que
mais precisamos.
Lindo dia para você!!!

Beijos doce e abraços perfumados

Iana!!!

Francis disse...

Era bom que a lei da atracção fizesse parte do nosso quotidiano.
Quantas vezes nos esquecemos desses pormenores, que são sempre (por)maiores?
"Try again", há sempre uma segunda oportunidade para mudarmos a nossa perspectiva, que assim seja.
Beijo de luz.

segredo disse...

"Ha varios finais alternativos consoante as escolhas do jogador" como eu concordo com esta frase!!!
Beijinho