“Não podemos banhar-nos duas vezes no mesmo rio porque as águas nunca são as mesmas e nós nunca somos os mesmos”. O existir é um perpétuo mudar, um estar constantemente sendo e não-sendo, um devir perfeito; um constante fluir...

Se gosta seja amigo :) Namasté!

1 de março de 2011

my Angel



Há alturas na vida que temos de seguir o nosso instinto primário. Viver. Apenas viver. E sentir. Mesmo que esse tipo de existência acabe invariavelmente por nos causar o sofrimento da incompreensão...num mundo em que poucos vivem, antes sobrevivem...ou fingem.
A veracidade, a transparência...o sermos nós mesmos na nossa essência acarreta um preço a pagar...mas se não for assim...será que conseguiria? Sei que não.

É assim que sou. Por isso numa altura em que pressinto que algo vai acontecer, algo que pode causar um verdadeiro irromper de terra no meu mundo tão liquido...em vez de seguir a razão, vou mais uma vez confiar em mim e seguir a emoção, o coração...o que está cá dentro de mim. Apenas peço ao meu Anjo que se mantenha comigo, e me ajude a realizar neste plano a minha ideia...nada mais. Eu sei que há algo a aprender. Eu quero aprender. E eu sei que vou aprender.

Mais um degrau...mais um passo...este é um momento mágico a todos os níveis.


Update a dia 2...o Universo responde-nos sempre...nós é que podemos não ouvir :)

"A aurora traz consigo a sabedoria do passado e a ignorância do futuro. E está aqui. Pronta para recomeçar. Apesar das tormentas. Apesar dos dias desesperados. Apesar da chuva, do frio e da tristeza. A aurora sabe que tem de avançar. O dia está para nascer e não há nada que possa parar o sol de brilhar. Mesmo quando abaixo estão as nuvens.
Sê como a aurora. Deixa que o teu passado te instrua, mas não deixes que ele atrapalhe o presente, e muito menos o futuro. Mantém-te aberto para o que ainda não sabes. Mantém-te intacto para o que há-de vir." ( Alexandra Solnado)


2 comentários:

arKana disse...

e vais aprender, não tenho dúvidas :D
beijo e Namasté

Siala disse...

arKana...acredito que sim! nada acontece por acaso :) é altura por isso de viver e sentir...em consonância coma Natureza, com a minha natureza.
Beijos!
Namasté